terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Qual a visão de DEUS sobre a tribulação?



"Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.
E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias".  (Mateus 24:21,22)

O termo grande tribulação incita o terror nos corações dos homens, e com razão. O retrato de DEUS sobre a tribulação é o de um período de sete anos de terror inimaginável que só pode ser descrito como o inferno na terra.
  A palavra tribulação é usada na Bíblia num sentido específico e também num sentido não específico. Quando é usada de forma não específica, ela fala de provação ou sofrimento que o individuo pode enfrentar. Quando usada de forma especifica, ela se refere ao período de sete anos que se seguirá ao arrebatamento da igreja.


O PROPÓSITO DA TRIBULAÇÃO

 Qual é o propósito da tribulação? Há vários propósitos. O primeiro é fazer com que Israel reconheça que JESUS CRISTO é o MESSIAS (Mt 23.37-39; Ez 20.33-38).
  O segundo propósito é julgar as nações gentias pela tentativa exterminar a nação de Israel e pelo abuso dos povos gentis (Gn 12.3).
  O terceiro propósito é permitir que um mundo que rejeita a CRISTO possa experimentar pessoalmente a tristeza e o sofrimento criados pelo império maligno administrado por satanás, o anticristo e o falso profeta.
  O quarto propósito da tribulação é derramar a ira de DEUS sobre todos os que rejeitaram o evangelho.


O TERROR DA TRIBULAÇÃO
  A tribulação é também chamada de "tempo de angústia para Jacó" (Jr 30.7), "ira" (Is 26.20) e "tempo de angústia" (Dt 12.1). O Período total de sete anos é chamado de "tribulação". os últimos três anos e meio são chamados de "grande tribulação", porque a intensidade do sofrimento criado pela ira de DEUS se torna inimaginável.
  O profeta Sofonias descreve "o dia do SENHOR" como "dia de indignação, dia de angústia e de ânsia, dia de alvoroço e de desolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas, dia de trombeta" (Sf 1.15-16).
  Em Mateus 24, JESUS  da a sua descrição da tribulação. Nos versículos 4-8, ele descreve os eventos na primeira metade e nos versículos 9-14, a última metade. Nos versículos 21-22, ele faz uma afirmação de congelar os ossos: "porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria".
  João diz em Apocalipse que "é vindo o grande dia da ira" (6.17). Ele se refere ao "vinho da ira" e "lagar da ira de DEUS" (14.10,19). Taças cheias da "ira de DEUS" serão derramadas na terra (15.7;16.1). Ninguém escapará da ira de DEUS na tribulação.
  Tão intenso é o sofrimento que "os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo servo, e todo livre se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono  e da ira do cordeiro, porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá substituir?" (Ap 6.15-17).

                              DEUS abençoe a todos!!!


Fonte: Bíblia de Revelação Profética - Almeida Revista e Corrigida - Sociedade Bíblica do Brasil.

CRISTÃOS EX-MUÇULMANOS SÃO LEVADOS A CAMPOS DE REEDUCAÇÃO

CRISTÃOS EX-MUÇULMANOS SÃO LEVADOS A CAMPOS DE REEDUCAÇÃO

Estima-se que cerca de 100 cristãos tenham sido levados a esses “campos de transformação da mente”
Cristãos ex-muçulmanos são levados a campos de reeducação Que Deus abençoe a China e todos os cristãos perseguidos de lá
No noroeste da China, uma região predominantemente muçulmana, existem campos de reeducação, que podem receber diferentes nomes, como centro de estudos ou centro de transformação da mente. É um lugar onde as pessoas são forçadas a aprender educação política tendo o comunismo como base. Dezenas de cristãos ex-muçulmanos e quase todos os líderes foram levados para tais campos.
“Eu não sei onde meu marido está agora, mas acredito que Deus ainda o use em prisões ou acampamentos. Às vezes eu ficava com medo que ele não tivesse roupas suficientes para se aquecer”, diz a esposa de um líder cristão ex-muçulmano. “Eu tenho medo que isso afete meus filhos, que a professora preste mais atenção neles depois que as autoridades contaram à escola o que aconteceu com meu marido”, confessa a esposa do outro líder.
Estima-se que mais de 100 cristãos tenham sido enviados para diferentes campos na região noroeste da China, onde a vigilância é 24 horas por dia, como divulgamos anteriormente. Muitas famílias cristãs são separadas. Crianças se tornam órfãs quando os pais são enviados aos campos. Um cristão ex-muçulmano nos disse que irmãos e irmãs de sua igreja foram enviados a um campo sem saber quando retornariam.
Pedidos de oração:
  • Que os cristãos perseguidos enviados a esses campos e suas famílias permaneçam fiéis ao Senhor, apesar das complicações e do ambiente hostil que enfrentam.
  • Que mais cristãos sejam usados por Deus para consolar e cuidar (material e espiritualmente) das famílias que sofrem com a perda de um parente enviado aos campos.
  • Para que mais cristãos chineses, que têm liberdade de viajar para regiões restritas da China atendam ao chamado do Senhor para servir os cristãos ex-muçulmanos no país.
Fonte:www.portasabertas.org.br

Carnaval Gospel: Pregação do Evangelho ou Entretenimento/Apostasia?




Como todo mundo sabe, todos os anos durante o período do Carnaval, muitas igrejas realizam projetos de evangelização entre os foliões, incluindo até blocos chamados evangélicos com direitos a trio elétrico nas ruas de determinadas cidades. O fato tem gerado muitos debates, com posicionamentos contra e a favor destes eventos que se dizem evangelísticos.

Ano passado, neste mesmo período, alertamos aqui o perigoso sincretismo religiosa de uma determinada igreja que estava organizando um carnaval gospel com o nome "espírito val".

E na época alertamos que "tanto o Espiritoval, a rave,o trio elétrico, e as duas “Minkaretas” (que não tenho ideia do que se trata!),são todas festas totalmente mundanas". Onde surgiram reações de todo o tipo.

Um outro autor também escreveu sobre o assunto, talvez com maior abrangência do que nós aqui.
Vejam o que diz o pastor Ciro Zibordi sobre o carnaval gospel:

"Muitos cristãos (cristãos?) do nosso tempo têm usado o adjetivo “gospel” para “santificar” atitudes, posturas, comportamentos, condutas e eventos que outrora estavam relacionados a pessoas que não conhecem o Evangelho. Parte-se da premissa de que o crente tem liberdade para fazer o que quiser e se divertir do jeito que bem entender — mesmo que imite o mundo —, e ninguém tem nada a ver com isso."

Os líderes e membros das igrejas “gospelizadas” se conformaram com o mundo. Seus cantores se inspiram em astros mundanos, como declarou, há algum tempo, o integrante de uma famosa banda gospel: “A gente ouve Bob Marley, mas só para se informar”. A tônica das mensagens “evangelísticas” pregadas nessas igrejas é: “Venha como está e fique como quiser”.

“Os que quiserem podem até pular carnaval, pois já existem blocos de ‘samba evangélico’. Para os apreciadores de bebidas fortes já existe a ‘cerveja gospel’, sem álcool, é claro. E não ficaremos surpresos se lançarem o ‘cigarro gospel’, sem nicotina”. Naquela época, esse texto soou como profético para os conservadores, e ácido demais para os liberais, em razão de o processo de “gospelização” ainda estar em seu início.

Não tenho conhecimento de que o “cigarro gospel” tenha sido inventado. Em compensação, hoje temos o “carnaval gospel” , o “arraiá gospel” , o “dia das bruxas gospel” , as “lutas de gladiadores gospel” , o “barzinho gospel” , a “balada gospel” , o “funk pancadão gospel” ... Como diz um “meme” do Facebook (imagem acima), “Só está faltando o inferno gospel”.

Alguém nessa hora diria: "Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda. Filipenses 1:18.

Respondo: " se todos e quaisquer meios de evangelização pudessem ser empregados, sem nenhum limite, teríamos uma grande contradição! Até show erótico ou desfile no carnaval poderiam ser usados para, pretensamente, ganhar almas, desde que Cristo fosse anunciado, não é mesmo?".

Para terminar deixo para a reflexão, a mesma que deixei o ano passado: " Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; Gálatas 1:6 . Estão esquecendo-se da simplicidade que há no Evangelho de Jesus e estão enveredando em coisa totalmente terrenas. Porque não organizar um retiro com esse povo invés dessa pouca vergonha? Cuidado com números!

Certa vez Paul Washer disse: O pastores carnais que usam meios carnais para trazer homens carnais pra suas igrejas, continuarão a usar meios carnais para manter estes homens carnais em sua igreja carnal .
Que Deus nos guarde desse falso evangelho pregado pelo mundo gospel.
"PREGAI O EVANGELHO", ainda continua sendo o mandato de Jesus. Não é o evangelhos dos homens, nem dos evangélicos, nem líderes mais influentes, mas o EVANGELHO DE JESUS

E aí querido leitor, a que conclusão chegou:" Carnaval Gospel: Pregação do Evangelho ou Entretenimento/Apostasia?

Em Cristo,
Xavier Campos Joaquim

6 motivos pelos quais o cristão não deveria curtir o Carnaval

image from google

1. É espiritualmente danoso. Carnaval é festa da carnalidade. A sensualidade é exaltada nas ruas e a imoralidade sexual é praticada nos salões. O cristão é aquele que crucificou a carnalidade com suas paixões e desejos (Gl 5.24), foge dos pecados sexuais (2Tm 2.22) e, revestido por Cristo, não alimenta mais a sua carne (Rm 13.13,14). Nesse sentido, não há nada mais prejudicial à santificação do que o Carnaval.

2. É culturalmente pobre. A cultura musical no Brasil não anda bem há muito tempo, porém, no Carnaval piora. As marchinhas de duplo sentido, de conotação sexual, são prova disso. Os carnavalescos até tentam colocar um pouco de história do Brasil nas letras das músicas, para dar uma impressão de alta cultura, mas o resultado é patético: trechos da nossa história acompanhados por batuques e mulheres nuas.

3. É patrioticamente desastroso. Infelizmente, mundo afora, o Brasil é conhecido como o país do futebol e do Carnaval. As cenas de mulheres nuas dançando em carros alegóricos percorrem o mundo reforçando a imagem de sexo fácil e prostituição em nosso país. Não são poucas as ocorrências de mulheres que são tratadas como prostitutas quando, no exterior, se identificam como brasileiras. A culpa desta confusão vem, em grande medida, do Carnaval.

4. É politicamente indecente. Desde a antiguidade os governos distraem o povo com pão e circo. Neste sentido, o governo brasileiro conta com a ajuda do futebol e do Carnaval. Neste ano, a situação é ainda pior por causa da crise que se instalou em nossa nação. Inflação retornando, desemprego crescente, empresas fechando as portas e o povo fazendo festa. Como dizia a música: Vida de gado, povo marcado, povo feliz...

5. É economicamente injusto. Os milhões de reais aplicados pelo governo nesta festa poderiam ser utilizados em moradia, hospitais e escolas. As ambulâncias e os policiais que são deslocados para os desfiles poderiam estar à disposição da população. Em um país que ainda atende doentes em macas nos corredores de hospitais, definitivamente, Carnaval deveria ser a última opção para o governo investir o dinheiro do contribuinte.

6. É socialmente nefasto. O Carnaval não traz bem algum para a sociedade. Pelo contrário, a quantidade de jovens se drogando e se alcoolizando é gigantesca. Doenças como gripe, herpes, conjuntivite, hepatite e AIDS se multiplicam neste período e a promiscuidade gera milhares de gravidezes indesejadas e abortos. O número de acidentes automobilísticos aumenta. No ano passado foram registrados 2.785 acidentes, com 1.786 feridos e 120 mortes nos 4 dias da “festa”.

Por tudo isso, é inconcebível que um cristão, comprometido com Jesus Cristo, possa ter alguma admiração pelo Carnaval. Se porventura você sentir-se tentado por esta festa, lembre-se que “Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação” (1Ts 4.7) e que todo aquele que ama as coisas deste mundo torna-se inimigo de Deus (Tg 4.4).

***
Autor: Rev. Ageu Magalhães
Fonte: Página do autor no Facebook
Via: http://bereianos.blogspot.com.br/

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

UM CORAÇÃO DE SERVO



CRISTÃOS DO MAR MORTO

No mar morto de Israel, nada vive. As águas frescas e claras do rio Jordão desembocam nele, mas nunca saem dele. A água se torna estagnada, sem vida e sem utilidade. Uma quantidade demasiada de Cristãos é como o mar Morto: absorvem todo o amor de nosso misericordioso salvador, mas nunca o distribuem, Fé sem obras é uma Fé morta - estagnada, sem vida e sem utilidade.


FAÇA UMA AVALIAÇÃO

Eis aqui, bendizei ao SENHOR, todos vós, servos do SENHOR.(...)
Louvai o nome do SENHOR; louvai-o, servos do SENHOR. (Salmos 134.1; 135.1).
Precisamos avaliar o nosso culto ao SENHOR fazendo as seguintes perguntas:
Se todos ofertassem como eu oferto, como seria a igreja?
Se todos orassem como eu oro, como Reino de DEUS seria abençoado?
Se todos fossem a igreja com a frequência que eu vou, como os crentes cresceriam espiritualmente?
Se todos servissem como eu sirvo, como seria essa igreja?
Para alguns de nós, a resposta apontaria para uma igreja estagnada, sem vida, sem amor e que não serviria para nada.
A pessoa que vive apenas para si morre do mesmo jeito: sozinha, É muito fácil ser egoísta se você não se da com a família ou com os amigos. Nosso discurso contém uma série de expressões egoístas: minha casa, meus sentimentos, meus desejos, meu futuro, meus objetivos e minha igreja. A medida da grandeza de um homem não está no número de servos que ele tem, mas na quantidade de pessoas a quem ele serve (veja Mt. 20.26-27; 23.11). O homem bem sucedido não é aquele que pisa em outros para abrir caminhos.
Ao invés disso, o homem se torna bem sucedido ao ajudar os outros a alcançar sucesso em suas lutas.

NOSSO SALVADOR É UM SERVO

O servo Salvador nos deu inúmeros exemplos sobre onde, o que, quando e porquê. Seu serviço o levou a Samaria para ministrar aos  socialmente excluídos. Seu serviço fez com que ele tocasse a carne corroída de leprosos. Seu serviço parou um cortejo fúnebre para trazer de volta a vida o filho de uma viúva. O serviço pode ser feito a qualquer hora e em qualquer lugar. Mas deve ser feito para a glória de DEUS diante dos homens, a fim de que eles "vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que estás no céus". (Mt. 5.16)

LEVANTEM-SE SERVOS DE DEUS!

  Um crente sem serviço é uma árvore sem frutos ou um poço sem água. Uma igreja sem serviço é uma conca vazia. A igreja de hoje está obcecada em atrair as "pessoas certas". Mas todo aquele que está perdido ou machucado é a pessoa certa. Qualquer um. A casa de DEUS deveria ser a oficina dos trabalhadores, ou o quartel-general do exército de guerreiros espirituais. Nosso impacto no mundo seria grande se todos os membros de nossas igrejas se dispusessem para, por algum tempo, ajudar aos doentes, alcançar os perdidos, ministrar aos presos ou confortar os necessitados.

    DEUS abençoe a todos!!!

Fonte: Bíblia de Revelação Profética - Almeida Revista e Corrigida - Sociedade Bíblica do Brasil - 

LANÇAMENTO DO MEU LIVRO, EM BREVE

Postagens Recentes